versão 8.1

Pages: (5) 1 2 3 ... Last » ( Go to first unread post )
responder
novo tópico
fazer enquete

 Um novo caminho
Voltrux
 Posted: Mar 21 2017, 02:35 PM
citar


Voltrux




7 posts

Ficha

Voltrux is Offline

Aventureiro






"Esse é um caminho que não tem volta . . ."



É tudo o que consigo pensar, desde do dia em que fiquei sozinho no mundo. As marcas que possuo ardem como naquele dia, dor que os outros não conseguem ver por trás dessa mascara. Tequila Wolf foi meu lar por muitos anos, mas agora não passa de um estranho em minha vida. Todos os laços que foram construidos, todas as memórias que foram concebidas a mim, se foram no momento que o disparo foi dado.

Hoje vivo nas sombras dessa sociedade flagelada. Já não consigo olhar nos olhos de sua gente, o ódio já toda conta de mim. Frequentemente procuro um lugar calmo para pensar, como o que estou agora: Uma margem da ponte sem muito movimento, onde consigo observar os trabalhadores na construção desse monumento. Não quero passar a impressão errada, para ser sincero eu até que ligo para essas pessoas, foi esse lugar que fez delas o que são hoje. Quem fez esse lugar, esse sim é meu inimigo.

Eu menti sobre a verdadeira razão de escolher esse lugar, ou melhor, omiti a principal razão. Daqui é possível ter uma bela vista dos guardas, eu observo atentamente seus movimentos, todo o dia, na mesma hora, no mesmo local, na esperança de cometerem um deslize. é tudo que eu preciso, uma falha. A Neve cai suavemente em meu sobretudo e vento corta minhas entranhas, mas permaneço imóvel, como uma sentinela. Eu aprendi muitas coisas observando as pessoas. Por exemplo, consigo ver os filhos e filhas dos trabalhadores circulando as partes movimentadas da cidade, espertamente longe da vista de seus pais, enquanto pedem dinheiro para ajudar suas famílias. Muitos são suas próprias famílias.

"Senhor, um pouco da sua generosidade . . . " - disse uma menina com roupas amassadas e sujas. Eu me via naquela garotinha, eu mesmo também estava com roupas deploráveis, mas na situação dela creio que qualquer coisa já é um ganho. Eu coloco a mão em meu bolso, consigo ver nitidamente os olhos da criança começando a brilhar, seria eu o primeiro do dia? Quando estou prestes a tirar meus trocados do bolso, a menina entra em choque, estática olhando em direção ao posto de construção. Eu giro meu olhos na direção que ela observa, eu vejo um homem, de longe, sendo humilhado por um dos fiscais da construção. Esse homem é o pai dela? Lágrimas começam a sair dos olhos da menina, mas nenhum som de sua boca, ela permanece firme, na mesma posição, estendo a mão em minha direção.
user posted image

Eu dou os trocados para ela. "Não é o bastante!" - disse a menina. Ela levanta o tom de voz comigo, uma voz infantil e tremula, ela está com medo. Não era muita coisa, eu admito, mas dei o que geralmente as pessoas me davam nas ruas, em meus dias bons. Coloco minhas mãos dentro do meu depósito de moedas. Ela me encara, penetrantemente, no fundo dos meus olhos. Gentilmente coloco mais moedas em sua mão e a fecho por ela. "Nunca será o bastante." disse a ela, quanto fechava. Para minha surpresa, a menina continua ao meu lado, talvez por empatia, talvez por estar preocupada com o pai.

Volto minha face para o homem na ponte, ele voltou a trabalhar, e o fiscal voltou para seu posto, aposto que se sentindo dominante. "Esse é um caminho que não tem volta." digo, em um tom baixo, mas firme, enquanto seguro forte no cabo de minha arma, para conseguir ver o que está além do horizonte azul devo me libertar dessa cidade. Mas como? Continuo pensativo, observando o mar nevado.




Objetivos – Conseguir uma tripulação[_]
– Sair de Tequila Wolf.[_]



This post has been edited by Voltrux: Mar 22 2017, 04:21 PM

--------------------
user posted image

"Eu preciso ver o que está além."
- Dominique Vince.
mp
^
Ohkara
 Posted: Mar 22 2017, 02:06 AM
citar


Ohkara




34 posts

Ficha

Ohkara is Offline

Aventureiro






História


Eu criei um ritual, há muitos anos atrás, que hoje em dia eu percebo que não tem sido muito bom para o meu nome. Um ritual que, não só tem atrasado minha vida, como me afastou da minha família. Eu posso ter causado a falência de meu pai financeiramente, socialmente e até em sua carreira, com esse ritual.

Esse ritual, é chamado de prorrogação. Eu sempre tive meus objetivos, hora na marinha quando era pequeno, e depois da minha fase rebelde me tornar um pirata. Mas em cada aniversário, eu sempre dizia, ano que vem.


Ano que vem, eu começo a treinar.

Ano que vem, eu me alisto.

Ano que vem, eu vou me encaixar em uma tripulação.


Até que chegou hoje em dia, estou voltando para Tequila Wolf em um barco pesqueiro. Eu tenho arrumado vários bicos para ir ao alto mar, sonhar. Me distanciando por cada vez mais tempo da cidade, principalmente por vergonha de mostrar que não venho progredindo pelos últimos quatro anos.

O barco que venho é simples, um veleiro um pouco maior que o normal, com uma cabine no convés, e lugar para dormimos e guardarmos a carga no casco. Uma escultura de uma carpa com os olhos esbugalhados decorava a proa e as inscrições “Goldeen” decoravam uma placa acima da porta da cabine do capitão, representando o nome do navio. Meu capitão era um cara franzino, com uma cicatriz recente perto do olho proveniente de sua incapacidade de se manter em pé no próprio navio.

– Ele faz sushi, pois não consegue cozinhar ou fritar um peixe. Esses Tanigris realmente não têm futuro. – Reclamou o capitão com um pescador enquanto manipulava o leme. Estávamos chegando perto do porto, perto de um dos pilares.

– O que você sabe sobre mim, meu velho? – Respondi, sentando na escultura de carpa. – Justamente por não ter um berço de ouro, ou uma herança para me dar um objetivo, que vou construir um futuro melhor que todos aqui. – “Que todos nesse país” Pensei.

– O que um cara sem teto como você, tem para construir esse futuro brilhante? – Disse o pescador, tirando sarro de mim com o capitão. – Você não tem nem para onde voltar!

– É – Respondi, me levantando e olhando para ele. – Mas diferente de vocês, eu tenho para onde ir. – Terminei de falar pulando ao mar, já havíamos chegado no porto e eu teria muito trabalho ajudando a descarregar o navio. Não fui pago, mas não é o dinheiro que me interesso agora. Pego esses bicos em alto mar só para ter o que comer e me afastar.

Emergi no porto, e encarei a imponente pilastra há muito construída. – Agora eu só saio daqui, com uma tripulação. – Disse, para ninguém ouvir.



Objetivos – Conseguir uma tripulação[_]
– Sair de Tequila Wolf.[_]




This post has been edited by Ohkara: Mar 22 2017, 02:06 AM
--------------------

user posted image
mp
^
Koholtz
 Posted: Mar 22 2017, 02:57 PM
citar


Koholtz




25 posts

Ficha

Koholtz is Offline

Aventureiro






"Eu não acredito nisso!"


Era o que Siro esbravejava quando viu o estado em que Tequila Wolf estava. Tinha sido enganado e voltado à estaca zero. Estava num lugar decadente, com pouco dinheiro e sem algum trabalho pela primeira vez em anos. Não conseguia pensar direito, estava com raiva e com frio. Muito frio. Precisava de uma bebida.

"Até essa gente deve precisar beber de vez em quando" Siro pensava, vagando por Tequila Wolf à procura de um bar. Achou um lugar improvisado perto da área em obras, pelo visto alguém achava que era uma boa ideia misturar álcool com ferramentas de construção. Isso não fazia diferença para ele, já que não pretendia ficar muito tempo nesse lugar, mas se perguntava quantos acidentes aconteciam por dia ali.

Entrando no bar, Siro reparou que era ainda pior por dentro do que parecia por fora. O lugar caindo aos pedaços estava praticamente vazio a essa hora do dia. "Sua bebida mais forte" pediu ao velho que estava no balcão. Também perguntou sobre as taxas de saída da ilha, e ficou um pouco aliviado de não ter gastado tudo que tinha para chegar aqui.

Após algumas horas bebendo, o movimento no bar aumentou e o barulho começou a incomodar Siro. Pagou pelas bebidas e se levantou para ir embora, quase tropeçando nos próprios pés. Do lado de fora do bar o sol já estava se pondo, levando Siro a imaginar que estava ainda pior do que quando começou, na verdade. Na ilha em que nasceu, pelo menos no final da tarde tinha uma visão bonita do por do sol, mas aqui tudo que via ao seu redor era neve caindo e um céu nublado sem cor. Enquanto olhava o ambiente, mesmo com sua visão já meio turva conseguiu reconhecer uma pessoa na multidão.

-Ei! Você é o desgraçado que disse que aqui eu conseguiria trabalho! - gritou para o homem que estava conversando com alguém que Siro nunca tinha visto, mas também não se importava.

O homem parecia se divertir ao ver Siro cambaleando e fedendo à álcool.

-Mas eu não menti! -disse o homem de cabelo roxo enquanto tentava segurar o riso- Aqui você pode trabalhar o quanto qui--

Antes que o homem pudesse terminar a frase Siro correu em sua direção e se jogou para derrubá-lo, sem se importar com quem estava em volta. Tudo que queria agora era socar a cara dele até se sentir satisfeito, o que poderia demorar um pouco.


Objetivos – Dar uma lição no homem que o enganou.
– Achar alguma oportunidade de conseguir dinheiro rápido.


This post has been edited by Koholtz: Mar 22 2017, 03:26 PM
mp
^
Zed
 Posted: Mar 24 2017, 12:51 AM
citar


Zed




377 posts

Ficha

Zed is Offline

Narrador




Vince encontrava-se em um estratégico lugar onde usava para observar a movimentação que acontecia naquela enorme ponte que era construída a tantos séculos e ainda não parecia estar perto de ficar pronta. Se é que ficasse provavelmente não seria no tempo de vida de nenhum dos que agora estão nela. Depois de ajudar uma criança ele permaneceu ali parado observando com a arma em punho. A criança afastou-se sem que o atirador notasse e foi correndo em sua vista até o homem que apanhava a pouco.

Estavam longe o suficiente para que Dominique não conseguisse ouvir a conversa. Mas ela parecia preocupada ao falar com o homem que fazia o possível para não demonstrar sofrimento, mas ao ser atormentado pela criança acabava novamente chamando a atenção de um dos guardas que parecia fazer questão de ir novamente amolar o escravo.

O guarda sacou um chicote da cintura e usou para açoitar o escravo uma vez. A criança pareceu protestar e logo se tornou alvo de um ataque que o escravo pulou na frente para defender, o que irritou ainda mais o guarda que continuou a golpeá-lo.

Em outro canto da ilha. Ohkara aportava depois de se despedir de seus antigos “companheiros” a zona onde chegava era uma parte com mais construções e menor presença de escravos. Em grande parte passavam de um lado para outros pessoas que por algum motivo estavam permanecendo temporariamente na ilha ou alguns soldados em patrulha. Era uma espécie de bairro fixado a enorme ponte em construção. A principio não havia muito a se ver, com exceção de um único confronto que acontecia na rua a vista de todos.

Siro sem compostura alguma já iniciou uma briga logo após ficar bêbado. Atacou sem sequer dar chances um homem a vista de todos que estavam naquele lugar. Ninguém a princípio entendeu do que se tratava, nem mesmo o homem que estava ao conversando com o possível empregador e nem mesmo Ohkara que acabava de chegar e presenciava tudo isso.

- O que está acontecendo? – Ouviu-se uma voz vindo do meio de um amontoado de pessoas que se aproximavam para ver o bêbado rolando no chão e se estapeando de forma torta contra outro individuo qualquer. Do meio do amontoado abrindo o caminho com violência surgiam dois soldados com seus uniformes de inverno próprios para aquela ilha.

- Tsc... Bêbados brigões. – Reclamou ele enquanto viu seu colega sacar a espada da cintura e começar uma aproximação mais calma. – Já chega com essa palhaçada. – Atirando pra cima ele alertava a todos. A população recuou de imediato deixando na cena apenas os dois marinheiros, o bêbado e o homem contra quem ele se debatia no chão e Tanigri que observava ainda sem reação. Até mesmo o “amigo” do conhecido de Siro já não estava presente.


OFF: Esse primeiro post eu costumo deixar a narração do cenário e npcs livre.(É o padrão desse fórum, não?) Mas a partir de agora cenários e npcs são apenas comigo. Caso eu não adicione determinada informação use seu post pra procurar por ela ou pergunte por PM(Preferencialmente o primeiro caso) e foquem em narrar as ações dos personagens.

Eu não sei se são novatos ou não no RPG, mas com os próximos posts a gente vai chegar a um acordo quanto a isso. Quanto ao amigo de vocês que ainda talvez apareça. Quando a ficha tiver criada só mandar a PM avisando que ele vai entrar e ele já pode postar, não precisa nem esperar uma resposta minha. Tento fazer ele se juntar a vocês se ainda der tempo.

Voltrux: Quanto de Money exatamente você deu pra criança?



Spoiler
Nome: Dominique Vince
Ganhos: Minha sensibilidade por ser um good guy
Perdas: Dinheiro que deu pra criança

Spoiler
Nome: Ohkara Tanigri
Ganhos: Porra nenhuma
Perdas: Emprego

Spoiler
Nome: Siro Scarpa
Ganhos: Atenção
Perdas: 1 500 Berries (Pra pagar o bar)


mp
^
Koholtz
 Posted: Mar 26 2017, 11:22 PM
citar


Koholtz




25 posts

Ficha

Koholtz is Offline

Aventureiro






Um Novo Caminho



Siro levantou com um pulo ao ouvir o tiro, quase caindo novamente no chão por causa da bebida. Com sua visão ainda meio turva ele demorou um pouco para processar o que estava acontecendo. Após compreender a situação, Siro encarou os soldados por um tempo tentando guardar o máximo de detalhes possíveis, não que conseguisse muito nessa situação, especulando o tamanho da confusão em que havia se metido.

Com sua noção de tempo um pouco alterada, Siro não sabe dizer exatamente quanto tempo ficou parado encarando os soldados, mas pela cara deles provavelmente foi tempo demais. Era melhor falar alguma coisa antes que a situação se complicasse mais.

-Esse cara precisava aprender uma lição. Podem ficar tranquilos, eu já vou sair dessa ilha, assim que eu achar um trampo. - Disse Siro para os soldados enquanto se virava para sair dali. Antes de se retirar, olhou para o homem que tinha acabado de atacar e colocou uma das mãos na foice presa às suas costas - E é melhor você não aparecer na minha frente de novo.

"Minha melhor chance de conseguir algum dinheiro e uma saída desse fim de mundo deve ser no porto" Ponderava enquanto caminhava em direção aos navios que, por algum motivo que Siro desconhecia, tinham vindo até essa ilha maldita.


Objetivos – Achar alguma oportunidade de conseguir dinheiro rápido.
mp
^
Ohkara
 Posted: Mar 27 2017, 02:16 PM
citar


Ohkara




34 posts

Ficha

Ohkara is Offline

Aventureiro






História


Me assustei com o tiro, achei que podia ter vindo na minha direção, mas pecebi que foi só o guarda sem paciência, para separar a briga. Percebi um cara moreno se levantando, quase cambaleando do corpo de um senhor avariado. Ele carregava uma foice nas costas, uma arma interessante! Se ele não for um fazendeiro, claro.

– Esse cara precisava aprender uma lição. Podem ficar tranquilos, eu já vou sair dessa ilha, assim que eu achar um trampo. – Disse o cara moreno. – E é melhor você não aparecer na minha frente de novo.

"Isso, é uma ótima oportunidade." Pensei. "Alguém que quer sair da ilha e parece forte, espero que ele não seja um fazendeiro." – Está disposto a trabalhar no mar amigo? – Perguntei. – Nossos interesses parecem se cruzar no momento!.

"Conseguir a tripulação parece que vai ser mais simples so que eu pensava."




Objetivos – Conseguir um Navegador para a tripulação[_]
– Conseguir um Bardo para a a tripulação[_]
– Conseguir um Engenheiro para a tripulação[_]
– Conseguir um Carpinteiro para a tripulação[_]
– Conseguir um Barco para a tripulação[_] (Parece importante http://files.b1.jcink.com/html/emoticons/biggrin.gif)
– Sair de Tequila Wolf.[_]




This post has been edited by Ohkara: Apr 5 2017, 12:04 AM
mp
^
Voltrux
 Posted: Mar 30 2017, 08:19 PM
citar


Voltrux




7 posts

Ficha

Voltrux is Offline

Aventureiro






". . .era chegada a hora de revidar"


Ódio, foi o único sentimento que Dominique poderia sentir. Sem desviar o olhar, Dominique via atentamente cada chibatada e, a cada estalo, um flash de luz vinha em sua mente e cada grito ressonava com os de sua mãe, naquele dia que mudou sua vida. Mas dessa vez iria ser diferente, pensou convicto enquanto olhava para a garotinha: "Ela ainda tem uma chance" - respirou fundo - "e é só de uma chance que ela precisa".

Dominique tira suas mãos de sua arma e retira um amuleto de dentro de suas vestes, um um pequeno pingente de não muito valor, que tinha uma foto sua enquanto mais novo por dentro. Na esperança do amuleto estar polido o suficiente, ele o reflete sobre a luz, com o intuito chamar a atenção da menina e que ela venha em sua direção.

Apesar de nunca ter visto essa garota antes, sendo confundia com as várias faces que via todos os dias nessas concentrações de trabalhadores, é como se Dominique finalmente visse essa menina, seu rosto agora se marca, no meio da multidão, uma conexão que a muito era esquecida. Ele se via, naquele mesmo lugar, assustado, com raiva, com um forte sentimento de impotência. Mas Dominique já não era mais aquele jovem, era chegada a hora de revidar.

Enquanto isso, ele analisava a proporção dos guardas ao redor do campo de trabalho para com a de trabalhadores, para estipular seu novo curso de ação. Talvez Dominique consiga mudar a vida dessa menina . . . de uma forma ou de outra.







Objetivos – Conseguir uma tripulação[_]
– Sair de Tequila Wolf.[_]
– Ajudar a Pequena Garota de Tequila Wolf.[_]


Spoiler
Zed, a quantia foi de 1,5k, a menina tem um história compartilhada, de certa forma, com o personagem, isso faz com que ele fique mais... emocionado. Vlws!
mp
^
Zed
 Posted: Apr 4 2017, 12:52 AM
citar


Zed




377 posts

Ficha

Zed is Offline

Narrador




Depois de chamar a atenção dos guardas, Siro foi rude enquanto tentava sair daquela situação. Talvez alguns mais preocupados com seu trabalho pudessem dar mais atenção, mas aqueles que ali estavam se contentavam com aquela resposta. – Que eu não tenha que ver você de novo fazendo bagunça. – Ameaçou um deles enquanto tomava distância. Aproveitando-se disso, Ohkara foi falar com o moreno na esperança de uma possível aliança ou amizade começar.

Em outro lugar Dominique permanecia reflexivo observando o horizonte. Ele observava a posição e situação geral do local, mas ainda não tomava nenhuma atitude. Haviam pela imensa ponte diversos pequenos grupos formados por dois a quatro indivíduos. Todos estavam armados das mais diversas formas. Escravos estavam para todos os lados trabalhando incessantemente na construção enquanto eram agredidos por carrascos que se divertiam em ferir as criaturas que sequer eram consideradas humanas.

Crueldade naquele lugar não seria difícil de ser vista. De forma silenciosa seria possível abater números pequenos de soldados ou também uma grande luta poderia ser iniciada. O terreno era uma enorme planície com alguns obstáculos. Normalmente materiais de construção empilhados nos cantos ou meio da ponte.


Spoiler
Nome: Dominique Vince
Ganhos: N/A
Perdas: 1 500 Berries

Spoiler
Nome: Ohkara Tanigri
Ganhos: N/A
Perdas: N/A

Spoiler
Nome: Siro Scarpa
Ganhos: N/A
Perdas: 1 500 Berries

mp
^
Koholtz
 Posted: Apr 5 2017, 01:04 AM
citar


Koholtz




25 posts

Ficha

Koholtz is Offline

Aventureiro






Um Novo Caminho



Distraído, Siro quase não ouviu a voz do homem que tentava falar com ele. "O porto realmente deve ser a melhor opção... Lá eu posso--"

-Está disposto a trabalhar no mar, amigo? Nossos intereses parecem se cruzar no momento!

-O quê? - Siro disse enquanto virava o rosto procurando a voz que parecia ter saído do nada. Enquanto os guardas e os curiosos se afastavam, Siro pode finalmente identificar o homem que restava parado ali encarando-o. Um pouco mais baixo do que Siro, o homem não parecia ser grande coisa, mas carregava duas espadas presas na cintura e estava consideravelmente mais bem vestido do que a maioria dos habitantes desse fim de mundo. Podia ser uma boa oportunidade de conseguir dinheiro.

Se virando completamente de frente para o homem, Siro se aproximou dele, não ficando a uma distância menor do que o cabo de sua foice, que conhecia tão bem. Ainda não largando a foice com a mão por cima do ombro, em sua pose típica, Siro respondeu ao processar a pergunta do homem.

-Eu trabalho com qualquer coisa, contanto que pague bem. Meu nome é Siro Scarpa. - Acreditando que era uma boa cortesia dizer o próprio nome antes de perguntar o de outra pessoa - E quem seria você?


Objetivos – Achar alguma oportunidade de conseguir dinheiro rápido.
mp
^
Ohkara
 Posted: Apr 5 2017, 02:06 AM
citar


Ohkara




34 posts

Ficha

Ohkara is Offline

Aventureiro






Um novo Caminho


O homem revelou se chamar Siro Scarpa, um nome peculiar. O fato de ter deixado uma mão no cabo da foice ao se apresentar me deixou apreensivo, mas acredito ser algo instintivo dele. Não vou julga-lo, mas o manterei na distância de minhas espadas. É bom ser cauteloso com pessoas cautelosas.

– Meu nome é Ohkara Tanigri, amigo! – Respondi. – Um homem com diversos objetivos, entre eles ganhar dinheiro e sair dessa ilha. – Completei, relaxando o meu corpo enquanto colocava uma mão no cabo de Alma negra (Minha espada boa) e dobrava um joelho. Um pose aparentemente vulnerável, mas o joelho dobrado pode me ganhar uns segundos na hora de desviar de um golpe inesperado. Ou pelo menos eu acreditava nisso.

Me aproximei um pouco mais dele ainda com a mão na espada, para que o burburinho das pessoas abafassem o som de minha voz, enquanto prestava atenção se alguém reparava em nossa conversa.

– Hoje eu vou tomar uma decisão importante, e seria bom ter um par de braços pra me ajudar nisso. O mar tem várias maneiras de te dar dinheiro, como você deve saber. Partulhando, Roubando, Pescando e comerciando entre elas. Acredito que as últimas duas não sirvam mais para nós. – Olhei fundo nos olhos verdes dele. – Se nós queremos ter um futuro de ouro, Siro. – Estava me arrependendo um pouco de ser tão "intimo" com um brigão de rua, acho que estava fazendo esse apelo mais pelo desespero de tentar essa mudança sozinho. – Essa ilha vai nos ajudar a dar o pontapé inicial para qualquer um dos lados.

Parei para respirar e ver se ele ainda prestava atenção e completei.

– Eu sei como nos levar pelos dois caminhos, mas os homens que caminham sozinhos por eles não costumam chegar até o final. Preciso saber o que você está disposto. – Parei para olhar em volta, procurando reparar na quantidade em guardas em volta de nós, enquanto esperava uma resposta dele. Não sei nem como eu reagiria após o meu discurso, mas espero que ele reaja bem.



Objetivos – Parar de mudar meus objetivos. [_]
– Sair de Tequila Wolf.[_]




This post has been edited by Ohkara: Apr 5 2017, 02:13 AM
mp
^
Zed
 Posted: Apr 20 2017, 02:32 PM
citar


Zed




377 posts

Ficha

Zed is Offline

Narrador




Uma vez que os guardas deixavam a dupla sozinha eles tratavam de interagirem entre si e iniciar o básico de toda conversação. Apresentações e diálogos que apesar de serem “amigáveis” demonstravam cautela e cuidado ao interagirem, era uma época ruim para pessoas de bem... Não que nenhum deles parecesse encaixar nesse caso.

Siro não usou muitas palavras, apenas preferiu ouvir o que Tanigri tinha a dizer visto que ele que iniciava tudo. Tinha um discurso grandioso como o esperado de qualquer aspirante a pirata e/ou fortuna, mas seu novo colega ceifador necessitava estar de acordo com os planos.

Para bem ou para mal, aqueles dois de certa forma se destacavam na multidão que em geral eram soldados e guardas, ou volta e meia um escravo transeunte ou escoltado. Naquela parte especifica onde estavam também haviam alguns marujos ou comerciantes que apenas olhavam desconfiados para os desconhecidos armados. Com exceção dos guardas eram poucos que realmente pareciam estar preparados para se proteger.


OFF: Desculpem a demora. Se eu soubesse que o post seria tão curto eu teria feito a mais tempo, mas tive uns problemas nos últimos dias.
mp
^
Koholtz
 Posted: Apr 20 2017, 06:44 PM
citar


Koholtz




25 posts

Ficha

Koholtz is Offline

Aventureiro






Um Novo Caminho



Ohkara Tanigri... Parecia ser uma figura animada. Falava sobre conseguir grandes riquezas, o que indicava que ele ainda não as tinha, indo contra a impressão inicial de Siro. Mesmo assim, não significava que ele estava mentindo sobre saber como alcançar esse sucesso. Ainda podia ser uma oportunidade interessante.

Com a cabeça girando menos agora, Siro pode analizar melhor o homem que tanto falava. Reparou que mesmo parecendo distraído com o som da própria voz, Tanigri jamais tirava a mão de suas espadas. Parecia ser tão cauteloso quanto o próprio Scarpa, o que fez com que ele subisse um pouco no seu conceito.

-Essa ilha vai nos ajudar a dar o pontapé inicial para qualquer um dos lados. Eu sei como nos levar pelos dois caminhos, mas os homens que caminham sozinhos por eles não costumam chegar até o final. Preciso saber o que você está disposto.

Resolvendo dar uma chance ao homem, Siro tirou a mão de sua foice e se aproximou um pouco falando num tom mais relaxado.

-Você fala muito, Tanigri, e eu ainda não sei como esse fim de mundo pode ser o pontapé inicial para qualquer coisa, mas tudo bem. Mostre que o que você está falando é verdade e eu te seguirei aonde quer que vá. Qualquer missão, qualquer trabalho. Lidere o caminho, mas saiba que no momento que parecer que vou perder meu dinheiro por sua causa, eu pulo fora.

Com uma rápida olhada ao redor, Scarpa não sentia nenhum perigo iminente, então voltou os olhos novamente para Tanigri, esperando para ouvir seu grande plano.


Objetivos - Ouvir o plano de Ohkara.
- Sair dessa ilha maldita.
- Ganhar dinheiro.
mp
^
Ohkara
 Posted: Apr 20 2017, 08:39 PM
citar


Ohkara




34 posts

Ficha

Ohkara is Offline

Aventureiro






Um novo Caminho


Ele está cético, mas ainda assim aceitou minha oferta. Isso é ótimo! Eu tenho algumas coisas em mente, mas vamos primeiro tentar o caminho mais fácil. Meu pai pode ter arruinado nosso nome, mas ele ainda pode se redimir comigo. O nome Tanigri pode estar sujo na marinha, mas eu só preciso saber como ele começou e se tornou aquele "prodigio" que diziam, para eu começar a limpar a besteira que ele fez.

- Vou começar então com bons modos, Siro! A casa de minha família não é mais o que já fora, mas ainda é mais aconchegante que a maioria dos navios. Lá eu vou falar com meu pai, ele já foi um jovem com sonhos como nós e tentou sua vida na marinha. Se nós começarmos como ele começou... Dinheiro não vai ser mais um problema, posso te garantir.

Não posso mais agir covardemente como venho fazendo. Estou indo ver o meu pai principalmente para lidar com esse problema entre nós. Evitar minha família é um péssimo hábito que criei, e vou engolir meu orgulho para começar novamente. E se meu pai não puder nos ajudar, espero lidar com isso bem. Sair de casa com os panos limpos vai ser bom para a minha cabeça, se não posso acabar colocando uma âncora lá que vai me atrasar pro resto da minha vida.

- Não posso te garantir que a estrada vai ser fácil, mas se a marinha nos rejeitar - Disse, falando mais baixo ainda. - Eu posso te dar certeza que esse vai ter sido o maior erro deles. E isso não é só uma frase de efeito. - E fique calmo em relação ao dinheiro Siro, nós não vamos gastar nada mais que o necessário para subirmos na vida.



OFF: Sem problemas Zed! Eu me compliquei todo aqui também, tava planejando uma coisa pros três e agora vou ter que me virar legal.



Objetivos – Parar de mudar meus objetivos. [_]
– Sair de Tequila Wolf.[_]


mp
^
Zed
 Posted: Apr 24 2017, 03:59 AM
citar


Zed




377 posts

Ficha

Zed is Offline

Narrador




UDepois de mais um bocado de conversa a dupla parecia ter chegado a um acordo. Tanigri resolveu tentar a sorte ao voltar para casa na companhia de seu novo companheiro na esperança de que assim as coisas fossem melhorar. Caso Siro o acompanhasse a dupla caminharia durante algum tempo sem ser interrompida, apenas vendo a ilha como ela era, cruel e gélida na maior parte com escravos e guardas que gostavam de tortura-los publicamente em sua maioria.

Chegando ao que parecia ser o complexo residencial foram até a casa do Tanigri. A neve começava a se tornar mais intensa com o tempo e a zona onde se encontravam agora mal haviam escravos, ainda assim transitavam alguns guardas e algumas poucas pessoas que pareciam ser moradores livres daquele lugar.


[b]OFF:[b/] Vou parar esse post por aqui mesmo, fique a vontade pra descrever a fachada da casa e os caralho. Se possivel me passe todas as informações do seu pai a menos que queria que eu invente o que quiser.
mp
^
Ohkara
 Posted: Apr 26 2017, 09:17 PM
citar


Ohkara




34 posts

Ficha

Ohkara is Offline

Aventureiro






Um novo Caminho


O Frio começava a incomodar. A neve caia em minhas roupas aos montes e eu ainda não havia me secado do mergulho, que havia sido uma ideia estúpida. As casas foram aumentando e ficando mais bonitas conforme andávamos, até chegamos à minha casa. Ela era grande de frente, com um pequeno jardim maltratado pelo tempo. A Casa já havia sido melhor, mas após anos de péssima manutenção, ela havia ficado feia. A neve se acumulava perigosamente no telhado, com o risco de derreter aos poucos e enfraquecer a estrutura da casa.

A frente da casa contava com duas grandes janelas e uma porta para uma ante sala, aonde tiraríamos nossos sapatos e deixaríamos nossas armas em um armário seguro, para chegarmos no conforto de uma casa quente e coberta com carpete. Ao sairmos da ante sala veríamos uma grande sala de estar, com uma lareira grande e sofás de couro em volta dela. A casa contava ainda com uma cozinha e três quartos, um deles suíte e um banheiro.

Eu não tenho ideia do estado da casa agora, ela era assim por dentro quando eu sai para arranjar trabalhos ao mar há dois anos atrás. eu só espero que minha familia tenha conseguido manter a casa naquele nível.

- É aqui. - Disse, olhando para Siro. - Parece que eu vou precisar dar um jeito nessa neve do telhado, mas deve estar tudo seguro. - Andei pelo jardim até a porta, e após um momento a sua frente, bati. - Ô de casa! Voltei do mar! - e esperei uma resposta.

- Não sei a bagunça que vai estar ai dentro Siro. Não acredito que eles estejam me esperando.


OFF: O meu pai já foi da marinha, e podia ter virado alguém se não tivesse feito besteira. Ele se sente muito mal por isso, além de não gostar das minhas últimas ações (A rebeldia e ter abandonado a familia, além ter quebrado a minha porção de leis). O resto da personalidade/qual erro ele cometeu, acho que pode ficar inteiramente por você! xD. Acho que pode ser algo "grave" pra ele nunca ter me contado, e apesar de ainda trabalhar na marinha não passar de um cabo.
Prefiro deixar essas coisas na sua mão pra não fazer metagame, até porquê pra falar a verdade eu não pensei nem nos nomes deles xD




Objetivos – Parar de mudar meus objetivos. [_]
– Sair de Tequila Wolf.[_]




This post has been edited by Ohkara: Apr 26 2017, 09:18 PM
mp
^
1 User(s) are reading this topic (1 Guests and 0 Anonymous Users)
0 Members:

Pages: (5) 1 2 3 ... Last »
responder
novo tópico
fazer enquete