Gray Island Bulba RPG :: Topsites Zonkos - [Zks] ::
versão do sistema: 8.1

Profile
Personal Photo

No Photo

Options
Custom Title
Kishan Rajaram doesn't have a custom title currently.
Personal Info
Location: No Information
Born: No Information
Website: No Information
Interests
No Information
Other Information
Atalho 2: No Information
Atalho 3: No Information
Ficha:: http://bnw.rpgonepiece.com.br/index.php?showtopic=395
Atalho 1: No Information
Pronome:: Ele
Idade: No Information
Alias: No Information
Statistics
Joined: 18-March 15
Status: (Offline)
Last Seen: Today at 04:10 am
Local Time: Oct 21 2017, 05:20 AM
411 posts (0.4 per day)
( 1.07% of total forum posts )
Contact Information
AIM No Information
Yahoo No Information
GTalk No Information
MSN No Information
SKYPE No Information
Unread Message Message: Click here
Unread Message Email: Private
Signature
View Signature

Kishan Rajaram

Revolucionário

Topics
Posts
Comments
Friends
My Content
Jun 9 2017, 10:37 PM
Oi. Tenho umas duvidas e questionamentos que queria "explanar". :3

1 – Rokushiki.
Já enchi um pouco do saco do Yusuke porque ele é o avaliador de ficha mais ativo – tem outro? – e por isso, vendo algumas coisas em relação a isso, eu fiquei em duvida e, com base no que ele disse, surgiu uma nova duvida.

Pergunta: Para se ter as técnicas do Rokushiki, aquelas padronizadas no tópico e tal, precisa ter o estilo? Vi uma atualização no qual o Rokushiki estava camuflado em outro estilo de combate, então, ele poderia comprar todas as técnicas disponível? E já vi algumas fichas com personagens tendo Rokushiki, mas sem o estilo (alguns nem precisam ser camuflados para tal) e abriu o questionamento, já que eu tenho Rokushiki e, sinceramente, se posso ter as tecnitas sem ter o estilo ali na ficha, eu poderia estar gastando o PE em outras coisas.

2 – Staff.
Não chega a ser um problema, na verdade. É mais pela confusão que causa. Muitos staff estão em facções, e isso acaba que fazendo uma certa bagunça naquelas fichas no qual precisa de um requerimento e ela não tem. Tipo saber qual staff é agente do governo, marinha, pirata e afins. Já me embananei com isso, mais de uma vez. Poderia ter algum esquema na ficha que simplesmente você coloca sua facção.

3 – Gemas.
Como mencionado no tópico que o Waka abriu... Gemas são inúteis. Depois que você compra uma akuma, o gasto dela é exorbitante para haki. Meitous e Kairoseki, podem e são conseguidas em aventuras por muitos que já os tem, logo, acaba caindo numa historia que o Rawnor disse sobre ninguém ser especial (Enquanto isso, não vi nenhum usuário de akuma no mi comprar o direito de as ter, sim, aqueles que ganharam de forma bem suspeita nos anos em que era por indicação). Fora que, em teoria, Meitous são apenas espadas, o que favorece espadachim (Apesar de poder “comprar” uma arma nível meitou, claro), o que faz com que apenas Kairoseki seja utilizado de uma forma mais precisa.

Sugestão: Usar Gemas para outras coisas. Trocar por outras coisas. Waka queria Berries, eu sou mais adepto do PE. Fazer um cambio de valor entre Gemas e outras coisas (comprar itens comuns ou raros, por exemplo) para que tenha esse gasto. Afinal, se não, depois que você compra uma akuma elas se tornam completamente inúteis.

4 – Achievements.
Agora que não tem mais PA, como vai funcionar? Ainda vão ser dados, mas agora com Gemas no lugar?

5 – Doriki.
Andei fazendo uns cálculos, mas como sou de humanas, não confio muito na certeza deles. Porém, uma coisa eu percebi: O sistema de Doriki do fórum faz com que seja impossível evoluir o Rokushiki. Porque? Bom, se eu fizer um personagem lv30 e não gastar PE com nada que não seja atributos, mesmo assim não estaria no lv máximo dele. Simples. Talvez tenham feito vendo o anime como base, mas se for pensar no fórum, em que LV estaria Rob Lucci? Acima de 40 ou de 50? Porque só assim para ele ter a sétima técnica do estilo, o que faz a ida para o Novo Mundo aqui ser em que lv? No mínimo 80 para chegar no meio do GL.

Era só isso. Penso que, para considerar Doriki, precisa de uma formula diferente da que é usada. Lembrando, principalmente, que ele é com base nos atributos e não no PE gasto, já que depois de uma certa quantidade de PE em um atributo, ele passa a valer mais e, com isso, para aumentar um ou dois pts no atributo você passa a precisar pular um nível inteiro para tal.

Ah, fora que é um pouco bizarro pensar que um humano normal tenha 10 Doriki, porém, pelos cálculos do fórum, uma pessoa lv1 com 1 ponto em todos os atributos teria 30 Doriki.

6 – Akuma no mi.
Já tinha mencionado isso com Raamar e com Raron. Mas existia um tópico que descrevia melhor as akumas no mi, e no caso, suas vantagens (no caso, aqui é mencionado ganho de técnicas e afins). Pretendo comprar uma, mas não sei o que eu ganharia. Alem do poder, se eu ganho uma técnica ou duas, se com zoan como funciona o esquema de points e afins. Poderia voltar a colocar isso para ficar mais fácil para os jogadores.

7 – Haki.
Quase esqueci. Mas Haki está bem tensinho. Sei que é algo que, em termos, é para ser providenciado mais para o meio e fim da GL e inicio do Novo Mundo, mas se for ver, até onde se pode ir com o fórum? Digo isso porque a evolução do haki é um tanto desproporcional, lento e mal dá vantagens. Fora que, pagar 25/50 Gemas por evolução é um absurdo, né gente.

Sugestão: Aumentar os níveis. Assim faz com que você possa sentir a evolução dele em seu personagem, tornar mais atrativo tê-lo (porque, sinceramente, estava pensando em focar meu personagem em Haki quando vieram os PAs na compra de akuma, e reforcei bastante essa ideia com as Gemas, mas desisti porque não vi muita vantagem e achei o sistema de evolução deles muito ruim) e, casando com uma forma mais agradável de usar Gemas, criar um sistema de evolução mais interessante.

Dúvida: E como vai ficar o esquema do haki do rei? Sei que, aparentemente, vai ser em eventos, mas como vai ser dado? Porque, convenhamos, não é tão difícil que muitos amiguinhos acabem ganhando se for dado "para aqueles que merecem" com base no evento.

8 - Revolucionário.
Andei vendo e acho que eles merecem uma reformulação. Não porque não é atrativo, mas porque é um bocado estranho como eles funcionam. Diz que prestigio "compra" cargos, mas que cargos? Não tem nada falando sobre. E que prestigio compra alguns itens também não é lá uma vantagem. Ao meu ver, assim como todos as outras facções que tem base numa liderança (aka agencia do governo e marinha) deveria ter um caminho e, principalmente, um beneficio nele. O sistema em si atual de prestigio é bom, mas não é lá grande coisa. Principalmente porque a unica coisa que acontece é ter que fazer missões para ganhar pouco prestigio para comprar um item que não é lá grande coisa, também.

Eu acho que é só isso que eu queria questionar e tirar duvida. -q
May 27 2017, 02:22 AM

[dohtml]
<link href='http://fonts.googleapis.com/css?family=Dancing+Script' rel='stylesheet' type='text/css'>
<link href='http://fonts.googleapis.com/css?family=Oxygen+Mono' rel='stylesheet' type='text/css'>
<style>

.villl { padding: 10px; }

.villl b { color: #A0522D; }


</style>

<div style="width: 500px;">

<div style="font-family: arial; color: #000; font-size: 12px; text-align: justify; padding: 10px; line-height: 19px;">

<div style="font-family: 'Oxygen Mono'; color: #000; padding: 10px; font-size: 20px; text-align: center; letter-spacing: -2px; text-transform: uppercase;">

</div><div style="font-size: 11px; font-family: calibri; color: #000; padding: 5px; margin-top: -13px; text-align: center; text-transform: uppercase; margin-bottom: 20px;">

@Wednesday

</span></div><div class="villl">

Dava um longo suspiro depois que saia do hotel. Shane já não estava mais ali, e provavelmente ela foi se encontrar com Robin como tinha pedido. Isso se ela não teve nenhum problema nesse meio tempo em que estamos separados e, sinceramente, acho que ela poderia muito bem causar alguma encrenca nesse meio tempo. O que ela tinha de beleza ela tinha de potencial para causar confusão, até porque só estávamos ali por causa disso. Das confusões em que ela se meteu e eu tinha que resolver.<p>
Tal ideia me fez sorrir, era engraçado como as coisas aconteciam nesse intervalo de tempo entre a sanidade e a realidade, aquele momento no qual você percebia que estava se unindo a uma pessoa e que ela se tornava uma parte tão fundamental de sua vida. Minha mãe diria que era amor, eu poderia afirmar que era. E isso estava mudando basicamente toda a estrutura do que eu via como vida, da mesma maneira que eu pensava no futuro como algo mais concreto e toda aquela luta e trabalho como Revolucionário uma forma de chegar até aquilo. Iria ser difícil dar os passos seguintes, seguir em frente e sobreviver naquele mundo, mas...<p>
Voltava ao disfarce de sempre, tudo para passar despercebido naquele lugar que estava ficando cada vez mais cheio de marinheiros e, principalmente, cheio de pessoas que estavam envolvidas sem ao menos perceber. O ponto principal é que ainda havia aquela suspeita do Buster Call, e isso era o que fazia as coisas serem muito, mas muito complicadas de lidar. O lado bom era que eu sabia bem o que tinha que fazer e como convencer aquele Professor a fazer o que eu queria. O único problema seria em relação aquele marinheiro.<p>
Sem muito perceber, chegava em frente à biblioteca e entrava nela sem muita cerimônia. Sem Robin para me apresentar o professor, precisava ser direto e objetivo para ter o máximo de tempo possível para lidar com as coisas, com sorte copiar os textos que precisava. E como já conhecia o professor de vista, tudo que fiz foi apenas procurar por ele, e assim que eu o encontrasse, daria inicio a missão. - Professor Clover?


</div></div></div>[/dohtml]
Mar 12 2017, 05:46 PM

[dohtml]
<link href='http://fonts.googleapis.com/css?family=Dancing+Script' rel='stylesheet' type='text/css'>
<link href='http://fonts.googleapis.com/css?family=Oxygen+Mono' rel='stylesheet' type='text/css'>
<style>

.villl { padding: 10px; }

.villl b { color: #A0522D; }


</style>

<div style="width: 500px;">

<div style="font-family: arial; color: #000; font-size: 12px; text-align: justify; padding: 10px; line-height: 19px;">

<div style="font-family: 'Oxygen Mono'; color: #000; padding: 10px; font-size: 20px; text-align: center; letter-spacing: -2px; text-transform: uppercase;">

</div><div style="font-size: 11px; font-family: calibri; color: #000; padding: 5px; margin-top: -13px; text-align: center; text-transform: uppercase; margin-bottom: 20px;">

@Niya

</span></div><div class="villl">

Olhava o horizonte a espera de algo. Não de uma ilha, porque ela estava atrás de mim, ou de inimigos surgindo por ali com a intenção de nos prender ou destruir tudo que havia em seu caminho. Olhava o horizonte em busca de uma visão, ser contemplado com algum deslumbre de um futuro no qual as coisas seriam melhores, não apenas para mim, mas para todos que estavam envolvidos naquela busca pela felicidade. Por muito, era essa a exata noção de vida que tinha, via tudo de longe, sem saber o que fazer ou o que realmente estava acontecendo. Um exemplo daquilo era minha vida além do mar. Quando era apenas um nobre em Parthevia e tudo que tinha era minha família.<p>

Minha intenção era conhecer o mundo, para me tornar uma pessoa melhor para meu povo, mas o pensamento mudou, meu povo aumentou e minha vida mudou naquele meio tempo. Wang já não estava mais por perto, Shane se tornou mais importante do que eu gostaria de pensar, e ali, com aquele leve movimento do barco em meio às ondas, via o horizonte como se nele estivesse todo o meu destino. O meu futuro. Sorri, e depois de um longo suspiro, puxando o ar com força e sentindo aquela maresia entrar em meus pulmões, vi que as escolhas que tinha feito poderiam ser confusas e complicadas, mantendo uma inconstância em meus atos como se, no fim, tudo era apenas aquilo. Queria dar um pouco de ordem no caos que chamava de vida, só que as poucas coisas que tinha controle eram difíceis de lidar.<p>

Em minhas mãos tinha um jornal que estava lendo. Antes de mencionarem que Ohara estava próxima, estava lendo tentando me distrair da situação, quando Shane estava fazendo alguma coisa em um canto e eu, aparentemente, era o único sem muita utilidade na situação. E nele, tudo que se tinha era o habitual: Tentativas de fazer com que o mundo fosse enganado, mais e mais confusões e um bocado de noticia boa que, no fim, não poderia afirmar se era ou não de verdade. Reina foi destruída por um Buster Call, método não somente covarde da Marinha, mas também muito suja, Governo Mundial apoiando guerra em vez de acabar. A típica vida comum.<p>

Coisas que o mundo tinha, algo imparcial e controlado, não falavam sobre os Revolucionários, como James havia dito um bom tempo trás, e essa invisibilidade era tanto uma benção quanto uma maldição. Mas minha nova vida era feita aquela maneira. Agora fazia parte dos invisíveis que lutava por todos, e mesmo que isso me soasse um tanto idiota... Eram as pequenas diferenças que mudavam o mundo.<p>

Dobrava o jornal, e via a ilha ali. Grande, uma árvore se destacando em meio a tudo. Para mim, a fonte do conhecimento, Ohara era um lugar que poderia aprender mais. E conhecimento sempre faz falta. Agora só faltava saber o que a tal missão na qual fui enviado era, mas para isso... Precisávamos chegar à ilha.


</div></div></div>[/dohtml]


QUOTE
Off: Post Introdutório. Usei das informações que você me passou para fazer.
Nov 23 2016, 11:18 PM
tem uma questão que eu queria levantar em relação a técnicas.

Como meu personagem possui o Gyojin Karate, teoricamente ele pode criar técnica que envolvam uso de água como forma de ataque ou defesa, mas acabei pensando... E como ficaria isso se o personagem estivesse numa situação onde houvesse pouca água?

Desta maneira, pensei também o contrario. E se houvesse muita água? Isso não influenciaria na técnica em si?

Enfim, o que venho aqui é sugerir a possibilidade que em situações especiais (por exemplo, a umidade para uma técnica que use água) seja levada em consideração. Ou para um bônus de dano ou qualquer outra coisa referente.

Porque, além desse esquema de Gyojin Karate, eu acabei pensando em umas técnicas que fariam uso de situações especiais, como estar em uma posição elevada referente ao alvo, se está sendo procurado, pouca/muita umidade no ar e afins.
Nov 24 2015, 11:53 PM
É uma duvida antiga minha, não lembro se tinha resolvido com a Niya, mas uma amiga veio me perguntar e eu não soube responder. A questão é:

- Se eu escolher uma akuma, tenho que fazer o minimo de 3 tópicos e tal, isso é entendível e sem nenhum problema. Mas como seria a aquisição dela? Por exemplo, se eu for atrás da akuma, tenho que esperar até a próxima atualização ou depois de um tempo x que o narrador ache necessário (e, de fato, encontrar a akuma) já posso adquirir ela?

- A criação de akuma é permitida? Aqui eu falo de logia/paramecia, não zoan.
Last Visitors


Oct 5 2017, 11:57 AM




Sep 23 2017, 12:12 AM




Sep 16 2017, 10:04 AM




Sep 7 2017, 11:00 PM




Aug 25 2017, 04:38 PM




Aug 20 2017, 04:42 PM




Aug 2 2017, 12:51 AM




Jul 24 2017, 05:28 PM




Jul 7 2017, 08:03 PM




Jul 4 2017, 02:45 PM




Jul 2 2017, 04:12 PM




Jun 30 2017, 06:26 PM




Jun 22 2017, 11:41 AM




Jun 22 2017, 10:46 AM




Jun 10 2017, 03:46 PM