versão 8.1

Profile
Personal Photo

No Photo

Options
Custom Title
Nito doesn't have a custom title currently.
Personal Info
Location: No Information
Born: 6 September 1990
Interests
No Information
Other Information
Atalho 2: http://rpgonepiece.com/index.php?showtopic=4076
Atalho 3: http://rpgonepiece.com/index.php?showtopic=4031
Ficha:: http://rpgonepiece.com/index.php?showtopic=4076
Atalho 1: http://rpgonepiece.com/index.php?showforum=1
Pronome:: Ele
Idade: No Information
Alias: Nito Rinko
Statistics
Joined: 26-March 15
Status: (Offline)
Last Seen: Today at 04:36 pm
Local Time: Nov 19 2017, 06:45 PM
491 posts (0.5 per day)
( 1.22% of total forum posts )
Contact Information
AIM No Information
Yahoo No Information
GTalk No Information
MSN No Information
SKYPE No Information
Unread Message Message: Click here
Unread Message Email: Private
Signature
View Signature

Nito

Estagiário

Topics
Posts
Comments
Friends
My Content
Nov 13 2017, 03:39 PM
Meu personagem é adestrador e tenho muitas ideias para aproveitar isso ao máximo. A maioria delas não possuem regras a respeito. Para evitar perda de tempo e frustrações no futuro, queria já tirar algumas dúvidas em termos de possibilidades do uso dessa profissão.

1. A partir da graduação "Especialista", um adestrador pode ter mais de um mascote, mas apenas um principal ("todos além do primeiro são apenas interpretativos, sem fichas e sob controle do GM"). É possível para um Adestrador Especialista ter um mascote principal (com ficha e tudo o mais) e posteriormente trocá-lo por outro (continua com o mascote, mas agora tem outro como principal)?

2. Seria possível ter um mascote que serva como uma embarcação (algo como Crocus fez com Laboon, ou as amazonas com as cobras)?

3. Seria possível ter um mascote voador que sirva de transporte entre as ilhas (como acontece com os Unluckies da Baroque Works)?

4. Seria possível ter um pequeno exército ou esquadrões de mascotes (meramente interpretativo e sob controle do GM, mas atendendo a ordens do Adestrador)?

5. Para um Adestrador Grão-Mestre, "não existe criatura que você não possa domesticar." Isso é pra valer? Incluindo Rei dos Mares e tudo o mais?
Jun 23 2017, 03:51 PM
Duas perguntas:

1. Eu poderia fazer algumas pequenas alterações em minha ficha agora que minha primeira aventura ainda não começou?

Minha nova ficha foi criada a pouco tempo e sequer consegui iniciar uma aventura ainda (a não ser o post inicial na aventura, mas ainda sem resposta de um narrador). Então não seria como se o personagem se transformasse do nada. Queria redistribuir alguns poucos pontos para adicionar uma profissão (aproveitar o benefício de iniciar em graduação Profissional, que eu deixei passar batido) e uma peculiaridade.

2. Técnicas podem dar bônus em manobras de combate?

Apesar de não serem atributos secundários, manobras de combate como derrubar, agarrar, desarmar e arremessar são calculadas a partir de atributos primários e apenas bonificadas por estilos de luta. Porém faria sentido uma técnica especializada, especializada, em agarrar ao invés de beneficiar dano ou acerto (uma técnica de arm lock, talvez). Porém nenhum bônus em atributos secundários que as técnicas podem dar atualmente pode afetar essas manobras. É evidente que os bônus nas manobras de combate teriam que ser, de certo modo, reduzidos, pois cada "ponto" de manobra de combate equivale a um ponto e meio (Precisão + Força/2, por exemplo) de atributo primário, enquanto os atributos secundários são um pra um (com exceção de Resistência).

Obrigado!
Jun 11 2017, 05:56 PM
Da parte externa de um restaurante no porto de Beast Point, por meio da fresta entre seu chapéu e o jornal que segura aberto à sua frente uma pequena criatura observa um navio partir da ilha. Os pés da criatura sequer tocam o chão enquanto sentada na cadeira do restaurante e o jornal cobre praticamente seu corpo inteiro. Conforme o navio se afasta, a criatura suspira em alívio e certo nervosismo.

A pequena criatura era Nito Rinko, o Mink Ornitorrinco que enfim decidira seguir seu próprio caminho. O navio que partia fora sua carona até o local, um grupo de Revolucionários do qual ele decidiu fugir, assim como fez com os demais grupos que tentou fazer parte no passado. Sem nunca se encaixar em lugar algum, Nito sentia um alívio em poder seguir seu próprio rumo, tão exclusivo quanto sua própria natureza. Ao mesmo tempo, o nervosismo era fruto da primeira vez em que ele se via totalmente sozinho, por si só. "Se bem que eu nunca pude contar com os outros pra valer... Ninguém gosta muito de "estranhos" como eu!" Os olhos que vigiavam o navio de partida em fim se põe sobre o jornal que usava para se esconder.

- Girigirigirigirigirigirigi!!!

O som de seu bico de pato tremulando com a risada de Nito soava mais como um grasnido desajeitado e logo ele mesmo percebeu que aquilo soava mais estranho do que ele imaginava. "Nem mesmo minha risada pode ser como as dos outros, hein?! Girigirigi!" O riso era fruto do que ele lia no jornal. Segundo as notícias, Beast Point passava por certa turbulência, com alguns líderes assassinados, outros desaparecidos, ataques de piratas e ações intensas da Marinha. Talvez aquele não fosse o melhor lugar para se iniciar uma jornada. "Ou talvez seja só mais um lugar complicado, em minha vida totalmente complicada..." Com um movimento rápido e repentino, Nito fecha o jornal e o deixa sobre a mesa do restaurante, junto com o menu que ele sequer tocou. Puxando seu chapéu levemente para frente do rosto e caminhando vagarosamente com a cabeça levemente abaixada, como que tentando ocultar seu bico com o chapéu, o Mink deixa o porto em direção ao centro da cidade.

"Se eu vou seguir meu caminho alternativo, tenho que dar um jeito de sobreviver sozinho. O problema é que eu não sei fazer muita coisa..." Nito coça a parte debaixo de seu bico, mais por mania do que por necessidade. "Eu só sei lutar e nadar, mas pelo menos sei fazer isso bem! Quem sabe eu não consigo vender meu serviços para alguém?" Seu caminhar pensativo começa a se dirigir para o centro da vila. "O centro deve ser o lugar para onde todos vão, não é? Então é só seguir esse bando de bestas... Quer dizer, quem mora nessa ilha é tudo besta, certo?! Ah, você entendeu!"
Jun 6 2016, 05:54 PM
QUOTE (Bando do Afro - Gourmet Island Arc - Post 01)
Uma pequena caravela se aproxima no horizonte. Entretanto, algo emanava dela que anunciava sua aproximação pelos mares muito antes dos olhos poderem enxergá-la.

- KEREREREREREREREREREREH!!!

Do alto do mastro central da pequena caravela, algo como uma bola de pelos negra podia ser reconhecido com certa atenção. Aquela era a fonte da barulheira que se ouvia à distância. Era Ed Jr., o dono desses mares, pendurado nas cordas ao alto do mastro de seu pequeno palácio flutuante. Com um sorriso no rosto e sobrancelhas saltadas, o capitão cego reagia como se ficasse admirado diante da beleza dos mares do North Blue, o novo território do Bando do Afro.

Snif! Snif! Snif! Snif Snif! Snif!

- AÍ BROWS, VOCÊS ESTÃO SENTIDO ESSE CHEIRO?! - Gritava Ed Jr. lá de cima para seus companheiros. - PARECE QUE TEM UM MUNDO DE GULOSEIMAS SAINDO DO FORNO... TUDO DE UMA VEZ!!! VEM DE LÁ, OH!

O dedo indicador direito de Ed Jr. parece tomar vida própria e virando-se para a direção da fonte dos cheiros que o capitão cego sentia, enquanto o resto de seu corpo, sobretudo sua cabeça, parecia indiferente àquela direção. Apalpando o mastro do barco, lança-se a ele e quando o encontra, escorrega por ele de volta ao convés do barulho. Mal pousa e seu dedo indicador volta a ser atraído pela direção dos cheiros.

KACHAPCHACHIIIIIIIM!!!

- Serião galera... Não sei se vocês conseguem ver o que tem pra lá, mas nós PRECISAMOS chegar ali! Acreditem em mim... O que os olhos não veem, do meu nariz não escapa!

A resolução de Ed Jr. era inflexível. Mal sabia ele que apontava para a massa de terra que se aproximava à bombordo: Gourmet Island


QUOTE (Comentários)
Beleza galera! Nova aventura, em novo Blue, com novo GM e novos integrantes do Bando do Afro. É praticamente um recomeço em nosso bando e quero muito que engrenemos pra valer agora!

Somos muitos jogadores, então está valendo a regra dos 3 dias. Ou seja, todos devem postar em até 72h após o post do GM. Quem não postar pode ser pulado. Caso não haja aviso da ausência, o personagem estará sujeito às consequências de seu sumiço.

Aqueles de nós que estão saindo do West Blue para o North Blue terão que fazer uma fic explicando essa passagem. Então acho que o melhor é considerar que o Ed Jr., o Kenn e o Balzack 2.0 (Boreas) já estão juntos no barco e se conhecem, mesmo que pouco. Mesmo porque, é isso que aconteceu no fim do evento em Reina.
Mar 26 2016, 01:41 PM
Oi pessoal,

Enquanto capitão de um bando aqui no fórum, vira e mexe fico a pensar como desenvolvê-lo e torná-lo em algo cada vez mais legal. Lógico que a velocidade do jogo não acompanha as ideias, mas recentemente pensei em uma possibilidade que gostaria de sugerir: um sistema de conquistas para as tripulações.

A ideia se inspira nos muitos jogos online em que fazer parte de um clã, guilda, liga, bando, etc oferece a possibilidade de algumas conquistas a serem alcançadas pelo esforço mútuo dos integrantes do grupo. Normalmente são itens especiais, ou vantagens para o grupo todo. Enfim, se você tá nesse mundo de jogos online há algum tempo, sabe do que estou falando. Relacionei esse sistema comum aos jogos online com o que o mangá de One Piece tem apresentado recentemente, esse foi o caminho que percorri.

Aplicando isso ao nosso jogo aqui na BNW, pensei que poderia haver algumas conquistas que somente seriam alcançáveis por meio do esforço conjunto de todo o bando. Ultimamente, nas discussões sobre os atributos sociais, foi afirmado enfaticamente que o fórum busca privilegiar o jogo em conjunto por meio dos bandos, então algo assim me pareceu plausível. Para facilitar a compreensão de minha ideia, divido-a em três partes, sendo que tudo são ideias que não pensei profundamente, apenas queria sugerir para, quem sabe, construirmos isso juntos.

CONQUISTAS

Frota: A tripulação tem poder, influência e fama para agregar outros bandos sob sua bandeira. Quanto maior o renome da tripulação e a influência de seu capitão, mais bandos pode agregar sob seu comando. Esses bandos são compostos por NPCs e não estão sob controle dos jogadores do bando, apenas sob as ordens de seus personagens, sendo controlados pelos GMs responsáveis. A quantidade de bandos não corresponde a quantidade de navios, visto que um bando pode ter mais de um navio.
    Nível 1: Pode agregar 1 bando de NPCs à frota, oriundo de um dos Blues.
    Nível 2: Pode agregar 5 bandos de NPCs à frota, oriundos apenas dos Blues.
    Nível 3: Pode agregar 15 bandos de NPCs à frota, oriundos dos Blues e da Grand Line.
    Nível 4: Pode agregar 30 bandos de NPCs à frota, oriundos dos Blues e da Grand Line.
    Nível 5: Pode agregar 50 bandos de NPCs à frota, oriundos de toda a parte do mundo, inclusive o Novo Mundo.
Território: A tripulação é capaz de manter territórios sob o seu domínio ou proteção graças ao seu poder coercivo ou sua influência acolhedora.
    Nível 1: Pode manter poucas ilhas de um mesmo Blue sob o domínio da tripulação.
    Nível 2: Pode manter muitas ilhas em um mesmo Blue sob o domínio da tripulação e algumas poucas de outros Blues.
    Nível 3: Pode manter muitas ilhas nos Blues sob o domínio da tripulação e poucas ilhas na Grand Line.
    Nível 4: Pode manter muitas ilhas nos Blues e na Grand Line sob o domínio da tripulação e poucas ilhas no Novo Mundo.
    Nível 5: Pode manter muitas ilhas em todo o mundo, inclusive no Novo Mundo, sob o domínio da tripulação.
Submundo: A tripulação tem contatos e influência na dinâmica do submundo, seja no mercado negro com tráfico de armas, drogas, Akuma no Mi etc, ou em outros ramos como o assassinatos.
    Nível 1: Pode se envolver em um ramo do submundo em um dos Blues.
    Nível 2: Pode dominar um ramo do submundo em um dos Blues e se envolver neste mesmo ramo nos demais Blues.
    Nível 3: Pode dominar um ramo do submundo em todos os Blues e se envolver neste mesmo ramo na Grand Line.
    Nível 4: Pode dominar um ramo do submundo em todos os Blues e na Grand Line e se envolver neste mesmo ramo na Grand Line.
    Nível 5: Pode dominar um ramo do submundo em todo o mundo, inclusive no
    Novo Mundo.
PROGRESSÃO

Confesso que esse não é meu forte, mas pensei em algo que siga o sistema do fórum, com quantidade de experiência adquirida que valham pontos a serem investidos para comprar as conquistas e seus níveis. Algumas formas de adquirir experiência poderiam ser:
    - Quantidade de posts em uma aventura da tripulação.
    - Notícias do jornal referentes à tripulação.
    - Enfrentar outros grupos, bandos ou organizações, tanto de jogadores (mais XP) como de NPCs (menos XP).
Essa progressão precisaria de um limite, ou seja, uma quantidade máxima de pontos para que haja a necessidade de escolher as conquistas com sabedoria e evitar que todos sejam especialistas em tudo. A partir dos exemplos no fim desse post, eu diria um máximo de 10 pra começar a conversa sobre o assunto.

BENEFÍCIOS E DIFICULDADES

Como disse no início, é uma sugestão que, se interessar, pode ser construída por todos nós. Portanto, abaixo segue alguns benefícios e dificuldades que um sistema como esse traria ao nosso jogo e sistema atual.
    Caminho para Shichibukais e Yonkous: Quem não quer se tornar alguém oficialmente influente no mundo? O sistema de tripulações poderia ser um caminho para permitir que essas funções fossem ocupadas e disputadas pelos jogadores.

    Diversidade de tripulações: Qual a diferença atual entre as tripulações? No máximo temos jogadores e personagens diferentes, com alguns objetivos diferentes, mas na prática são todas muito parecidas. Com esse sistema, firmaríamos tipos diferentes de tripulações dentro do jogo, criando rivais e tornando as alianças entre tipos diferentes de tripulações algo bem interessante.

    Relação com atributos sociais: É notável que o atributo social carisma é um artifício que parece levar a esse tipo de conquistas em nível individual. De certo modo, ele permitiria conquistas semelhantes a quem não quer se juntar a uma tripulação, mas como o carisma dos personagens de um bando influenciam essas conquistas da tripulação? Talvez pudessem valer como XP da trip, a fim de tornar as conquistas mais rápidas.

    Papel do capitão: Acho que isso seria uma forma boa de valorizar a função de capitão nos bandos, bem como limitar a expansão do bando em função do nível e capacidade de seu capitão. Em One Piece é claro que o capitão de um bando é central na forma como a tripulação se desenvolve.
Pra terminar, acho que alguns exemplos do Mangá nos ajudariam a entender como seria esse sistema de tripulações em seu vínculo com a obra que inspira nosso jogo e em sua adequação ao sistema que usamos.

Doflamingo: Seu bando se limitava a um navio (Frota Nível 0), com ao menos duas ilhas no Novo Mundo sob seu domínio (Território Nível 4) e controlando a produção e tráfico de Akuma no Mis (Submundo Nível 5). Aliou-se a Kaidou, cujo domínio territorial é notável (Território Nível 5).

Barba Branca: Seu bando era composto por diversas frotas e dezenas de navios (Frota Nível 5), com territórios por todo o mundo (Território Nível 5), mas sem nenhum contato com o submundo (Submundo Nível 0).

Don Krieg: Almirante de uma frota pirata com mais de 50 navios, mas que não tiveram sucesso na Grand Line (Frota Nível 2), mas sem território algum ou qualquer contato com o submundo (Nível 0).

Chapéu de Palha: O melhor exemplo para nós, pois é o bando que vemos em desenvolvimento. SPOILER ALERT para quem não acompanha o mangá. Com territórios no East Blue e Grand Line, está começando a estabelecer alguns no Novo Mundo (Território Nível 4). Formou uma frota com, inicialmente 7 bandos, mas vindos de toda parte do mundo, inclusive do Novo Mundo (Frota Nível 5). Apesar de ter derrotado uma organização de mercenários (Baroque Works) e outra de produção e tráfico de Akuma no Mi (Doflamingo e a produção de Smiles), não se envolveu com o submundo (Nível 0). Aliou-se com os Piratas do Coração, cujo capitão (Trafalgar Law) aparentemente tem contatos no submundo (Submundo Nível 4).

Digam aí o que acham!
Last Visitors


Sep 29 2017, 02:33 PM




Sep 6 2017, 12:19 AM




Aug 15 2017, 05:10 PM



Comments
No comments posted.
Add Comment